Home

Benvindo ao web site de Paulo Marin!

Paulo Marin é notório especialista em infraestrutura de TI e telecomunicações e referência nacional na indústria de cabeamento estruturado, atuando nos Estados Unidos, América Latina e Ibéria. Marin se dedica à consultoria, treinamento, produção de literatura técnica, elaboração de RFP e documentação técnica em geral  nas áreas de ambientes de missão crítica (data centers), cabeamento estruturado e telecomunicações.

O Prof. Marin foi premiado com o “2014 Harry J. Pfister Award for Excellence in the Telecommunications Industry”, concedido pelo “College of Engineering” da “University of South Florida” em reconhecimento à sua dedicação de décadas à indústria de telecomunicações (ICT) por meio de participação voluntária em normalização técnica, treinamento, produção de literatura técnica, disseminação de conhecimento técnico por meio de apresentações em congressos internacionais, instituições de ensino, entre outras atividades.

Marin é doutor em engenharia elétrica, em interferência entre sinais analógicos e digitais em sistemas de cabeamento estruturado pela Universidade Presbiteriana Mackenzie, mestre em engenharia elétrica em propagação de sinais em cabos balanceados sem blindagem em sistemas de cabeamento estruturado pela Universidade Presbiteriana Mackenzie, especialista em telecomunicações (filtros ótimos) também pela Universidade Presbiteriana Mackenzie e engenheiro eletricista pleno pela FESP (Faculdade de Engenharia São Paulo). O Prof. Marin participou de cursos sobre sustentabilidade, energia sustentável, comunicações digitais e processamento digital de sinais em nível de especialização em instituições de ensino superior nos Estados Unidos e Canadá.

É especialista em gerenciamento de camada física de redes. Tem vasta experiência em implantação e gerenciamento das soluções de gerenciamento de camada física tendo coordenado e implantado esses sistemas em importantes instituições financeiras na Argentina e Brasil, dentre as quais se destaca o sistema de gerenciamento de camada física do Banco Central em São Paulo/SP, com, aproximadamente, 11.000 conexões gerenciadas.

Dr. Marin é membro senior do IEEE (Institute of Electrical and Electronics Engineers) nos Estados Unidos tendo participado como palestrante em conferências e simpósios a respeito de interferência eletromagnética (EMI/EMC) em âmbito global. Como membro da BICSI desde 1998, Marin ocupou os cargos de secretário de distrito da BICSI Brasil (1999), presidente de distrito da BICSI Brasil (2000), foi membro do comitê diretivo da BICSI Brasil (2001 – 2002) e diretor regional da BICSI Brasil (2003-2004). Atualmente Marin participa ativamente dos comitês técnicos para o desenvolvimento e revisão da literatura técnica da BICSI nos Estados Unidos e é responsável pelo capítulo de EMC do TDMM (Telecommunications Distribution Methods Manual), entre outros capítulos de outros manuais. Paulo Marin é chairman do subcomitê de normalização BICSI 005, responsável pelo desenvolvimento da norma americana de segurança eletrônica (ESS, Electronics Safety and Security) nos Estados Unidos: a ANSI/BICSI 005 e é membro com direito a voto do subcomitê ANSI/BICSI 002, responsável pelo desenvolvimento da norma americana de infraestrutura para data centers e práticas recomendadas, também publicada nos Estados Unidos.

Paulo Marin é autor de vários livros técnicos, ministra aulas em cursos de pós-graduação como professor convidado e possui vários artigos técnicos publicados em revistas de diversos países a respeito de cabeamento, transmissão de sinais, eficiência energética, data centers, entre outros. O Dr. Marin é colunista da Revista RTI e possui uma seção mensal de perguntas e respostas na revista desde 2001. Marin coordena a comissão de estudo ABNT/COBEI (CE 003:046.005) responsável pelo desenvolvimento das normas brasileiras de cabeamento estruturado para edifícios comerciais (ABNT NBR 14565), data centers (ABNT NBR 16665), cabeamento estruturado residencial (ABNT NBR 16264), caminhos e espaços para cabeamento estruturado (ABNT NBR 16415) e a norma de cabeamento estruturado industrial (ABNT NBR 16521).

Notícias

Paulo Marin é premiado com o "2014 Harry J. Pfister Award"

2015 Winter Conference

No jantar de premiação durante a “2015 BICSI Winter Conference” em Orlando, FL o prêmio mais importante do ano estava reservado para Paulo Marin, que o recebeu com muita surpresa e honra das mãos daquele que dá o nome ao prêmio, Harry Pfister, ex-presidente da BICSI na década de 1970 e idealizador da conferência de inverno da associação.

O prêmio mais esperado da noite é concedido àqueles que, ao longo de suas carreiras, tiveram papel determinante nos rumos da indústria de telecomunicações. O prêmio de 2014 foi entregue a Paulo Marin em reconhecimento à sua contínua dedicação, compromisso e serviço à indústria de ICT (Information and Communications Technology) ao longo de mais duas décadas em nível global.

“Embora minhas contribuições à indústria não tenham como objetivo o reconhecimento público, receber um prêmio como este é a confirmação de que estou no caminho certo, é estimulante”, diz Paulo Marin ao receber o “2014 Harry J. Pfister Award for Excellence in the Telecommunications Industry, Given by the University of South Florida – College of Engineering”.

 

Paulo Marin apresenta na General Session - 2015 BICSI Winter Conference

2015 Winter Conference

Em 24 de fevereiro de 2015, o Dr. Paulo Marin fez uma apresentação sobre a eficiência do “balanceamento” dos cabos de pares trançados como uma técnica para minimizar a interferência eletromagnética em data centers no “2015 BICSI Winter Conference”, realizado em Orlando, FL – USA.

Nesta ocasião Marin discutiu as fontes potenciais de interferências em data centers que podem afetar as comunicações de dados, como melhorar a imunidade do cabeamento de data centers à interferência eletromagnética e, quando utilizados cabos de cobre, que tipo de cabo deve ser utilizado: blindado ou não blindado. Estratégias para minimizar a interferência em data centers foram propostas e discutidas.

O engenheiro fez uma revisão sobre os conceitos de EMI (Electromagnetic Interference), discutiu as técnicas comumente empregadas para melhorar a imunidade de cabos de cobre, fez uma revisão das normas que se aplicam ao cabeamento de data centers, topologias de cabeamento, bem como melhores práticas de projeto e instalação.

A apresentação foi muito bem recebida por um público de mais de 2.000 profissionais de infraestrutura de telecomunicações e TI que lotaram o auditório na tarde da terça-feira 24/02/2015 em Orlando, FL – USA.

Paulo Marin fala sobre Green Buildings - Orlando, 2009

Em uma apresentação de três horas, durante a “2009 BICSI Winter Conference” que aconteceu em Orlando, FL – USA, Paulo Marin discutiu e sugeriu estratégias para o projeto e implementação de sistemas de cabeamento de telecomunicações para eficiência energética. Marin começou por uma breve retrospectiva histórica dos edifícios eficientes passando por seus conceitos básicos e classificações LEED do Green Building Council.

Embora o Green Building Council utilize o CSI Master Format sem incluir a Division 27 (componentes e sistemas de comunicações do edifício), que se aplica ao cabeamento estruturado, há algumas abordagens que o projetista do cabeamento pode adotar para entregar um projeto de cabeamento capaz de contribuir para a eficiência energética geral do edifício.

Na coluna Spotlight da revista CI&M (Cabling Installation & Maintenance), há mais informações sobre esta apresentação; clique  aqui por favor e veja a parte cujo título é Green means ‘Go’.

 

Artigos Técnicos

Aqui você encontra alguns de meus inúmeros artigos técnicos sobre transmissão de sinais, interferência eletromagnética em sistemas de cabeamento para telecomunicações, ambientes de missão crítica, entre outros assuntos.

PoE (bem) Explicado

Conheça a aplicação PoE (Power over Ethernet) e entenda a relação entre o aumento da temperatura do condutor devido a aplicação de tensão em corrente contínua no canal (cabeamento balanceado) e sua atenuação.

Entenda os parâmetros TCL (perda de conversão transversal) e TCTL (perda de transferência de conversão transversal)

Este artigo apresenta de forma simples e objetiva os parâmetros de transmissão TCL e TCTL, de fundamental importância para a avaliação do grau de balanceamento de cabos de pares trançados.

Atualização de normas e desenvolvimentos em cabeamento estruturado.

Este artigo foi publicado nos anais do congresso no NETCOM 2013 e discute a normalização vigente em cabeamento estruturado, bem como os desenvolvimentos. Uma atualização de normas é mostrada, assim como a discussão sobre aplicações e tendências. A apresentação correspodente a este artigo foi apresentada no Congresso NETCOM 2013, em 27/08/2013.

A Categoria 7 Aumentada existe ou não?

Este artigo apresenta a Categoria 7A/Classe FA e dicsute aspectos de normalização, tipos de cabos e parâmetros elétricos de transmissão. A Categoria 7/Classe F é também apresentada, bem como as definições de categoria de componentes e classe de cabeamento. As normas que reconhecem ambas as categorias de desempenho são ta,bém brevemente discutidas.

Categoria 6 Aumentada: Standards Update

O objetivo deste trabalho é apresentar, em detalhes, uma atualização do desenvolvimento da nova norma da Categoria 6 Aumentada. Este artigo foi apresentado no ‘XI Encontro Nacional de Instalações Elétricas’ (ENIE 2006) realizado pela Aranda em São Paulo/SP entre 6 e 8/6/2006.

Edifício Inteligente – Definição e Conceitos

Este artigo apresenta algumas definições e conceitos a respeito do edifício inteligente, bem como seus componentes. Este artigo foi publicado na Revista RTI Nº 21 (Fev/2002).

Interferência entre sinais de diferentes naturezas em sistemas de cabeamento estruturado

Este artigo foi apresentado no Primeiro Congresso Brasileiro de Automação e Prédios Inteligentes realizado pela ABRAPI (Associação Brasileira de Automação e Prédios Inteligentes) em Curitiba/PR entre 4 e 6/3/2002 e consta dos anais do congresso (páginas 33 a 42).

Automação Residencial: Visão Geral e Aplicações

Este artigo foi apresentado no Primeiro Congresso Brasileiro de Automação e Prédios Inteligentes realizado pela ABRAPI (Associação Brasileira de Automação e Prédios Inteligentes) em Curitiba/PR entre 4 e 6/3/2002 e consta dos anais do congresso (páginas 145 a 148).

O que realmente muda com a Categoria 6

Este artigo apresenta as principais características da Categoria 6 e discuite as diferenças em termos de nível de desempenho entre as categorias 5e e 6. Este artigo foi publicado na Revista RTI Nº 28 (Set/2002).

Short Papers Series – Velocidade Nominal de Propagação

Este artigo define em detalhes este importante parâmetro de desempenho associado à transmissão de sinais em cabos de cobre.

Atualização de Normas: Categoria 6A, TSB-155 e TIA-568-C

Este artigo trata sobre os parâmetros e aplicações da Categoria 6 Aumentada (Cat.6A), dos procedimentos de testes estabelecidos pelo TSB-155 para testes do cabeamento Categoria 6 instalado para compatibilidade com a aplicação 10GBASE-T, bem como as novidades a serem introduzidas pelo novo conjunto de normas ANSI/TIA-568-C em sistemas de cabeamento para telecomunicações em edifícios comerciais. Este artigo foi publicado nos anais do NETCOM 2007, realizado em São Paulo/SP pela Aranda.

Contato

Para dúvidas ou outras informações, por favor envie-nos uma mensagem por e-mail, ou

WhatsApp: +55 11 9 3095 6235.